Por Maria Carolina Carpizo

“Você viu que o Alberto Rivera está com a Malu? E o David Bustamante que agora quer voltar com a Paula Echevarria?” E assim começa, sim querer,  as fofocas quando dois ou mais espanhóis se juntam.

Sim, estamos em um pais que o boato e a fofoca faz parte do dia-a-dia. Quando ainda se vendia muita imprensa de papel, Espanha era o país que mais vendía revistas de fofocas.

Um dos programas com mais audiência aqui é o Salvame. Já escutou sobre este programa? É um programa que passa a tarde falando da vida dos atores, dos toureiros, da realeza. Só fofoca.

Se você está aqui ou pretende vir, comece a ver quem é Chenoa, Belen Esteban ou Isabel Preysler (que não tem nada que ver com o famoso cantor). Conhecer os famosos ou saber quem são, te ajudará a conhecer este maravilhoso pais. Mas eu sou homem e homem não fala fofoca. Ledo engano. Este tipo de conversa têm em todos os lugares, desde dos bares das pequenas cidades até nas altas esferas de executivos. Aqui todos gostam de comentar sobre a vida alheia.

Fofoca na Espanha

Mas que assunto mais fútil? Sim para algumas pessoas pode parecer, mas faz parte da idiossincrasia espanhola. Saber sobre a vida de Jesulin e Maria Campanário pode fazer parte de um teste de conhecimentos gerais. Além disso, conhecer estes personagens podem fazer entender uma piada de uma conversa.

Mas eu so andarei com brasileiros. Sem problemas, os brasileiros que moram aqui conhecem as atrizes das novelas do Brasil, mas comentam sobre o “Gran Hermano”, inclusive porque está muito perto da realidade. Entre brasileiros ou espanhóis, vai sempre rolar este papo e para não estar de fora, comece a dar uma olhadinha quem é Blanca Suarez o Amaia, a cantora.

AH!!! É importante se acostumar que aqui ninguém chama o Príncipe da Inglaterra de Charles. Aqui é Carlos da Inglaterra.

Por favor faça comentários

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *