Feira de Abril de Sevilha

Declarada festival de Interesse Turístico Internacional, desde 16 de fevereiro de 1980, a Feira de Abril de Sevilha junto com a Semana Santa é um dos evento mais esperados e importantes da cidade de Sevilla.

Este ano, devido a tardança da celebração da Semana Santa, a feira de Abril terá inicio no dia 04 de maio. A prefeitura da cidade vê a necessidade de ao menos duas semanas de separação entre os dois eventos, entre outras coisas para poder garantir a segurança de ambos. Serão 7 dias de celebração, de sábado a sábado até o dia 11 de maio.

A origem da Feira de Abril em Sevilha remonta a 1846. Nesse ano, dois sevilhanos de coração, José Maria Ibarra e Narciso Bonaplata, um de origem basca e outro catalã respectivamente, tiveram uma ideia. Eles queriam organizar uma feira para a venda de gado no mês de abril em Sevilha. Aprovado pela rainha Isabel II, a primeira feira foi inaugurada em 18 de abril de 1847 no Prado de San Sebastian.

Com o passar do tempo, o objetivo comercial da Feira de Sevilha em abril, deu lugar a um caráter mais social, e sua fama e número de visitantes foram aumentando.  Sua celebração foi somente interrompida durante os anos da Guerra Civil espanhola.

Em 1973 devido o grande fluxo de visitantes o espaço do Prado de San Sebastian ficou pequeno e a feira de Abril foi transladada para o local atual.

Atualmente a área destinada à celebração da Feira de Abril está localizada entre os bairros dos Remédios e da Tablada, e está dividida em três setores: O Real de la Feria, a Calle del Inferno (parque de atrações) e o estacionamento.

“O Real de la Feria” se chama assim porque o real (moeda de 25 centavos de peseta) era o preço que os cocheiros costumavam cobrar para transladar as pessoas à feira. El Real de la Feria está composto de 15 ruas e todas elas estão denominadas com nomes de toureiros legendários.

Sevilhanas

O Portal

O inicio da feira se dá com a “Noite do Alumbrado”. Na primeira noite de sábado para domingo as 00:00 hora, acendem-se as luzes do portal de entrada e os farolillos (lanternas de papel) de todo o recinto, dando assim, arranque à festa.

Todos os anos o pontal da Feira de Sevilha  escolhe um monumento da cidade para homenagear. Este ano o monumento escolhido foi o edifício do pavilhão da Exposição Ibero-americana de 1929, edifício ocupado ao dia de hoje pelo Casino da Exposição e pelo Teatro Lope de Vega, sendo um dos edifícios mais emblemáticos da cidade de Sevilla, localizado nos Jardins do Palácio de San Telmo.

Ponto de encontro regular, a porta da Feira de Abril é o quilômetro zero da festa. Uma vez  cruzado  seus arcos, começa um caminho único de diversão, cores e alegria!

Antes que comece oficialmente a feira, haverá uma multitude de pessoas nas “casetas” celebrando um tradicional preâmbulo: a “Noche del Pescaíto” regado a um variado menu de peixe frito acompanhado de embutidos, queijos, tortilha, cerveja, vinho e  “rebujito” – a bebida tradicional de feira, a base de vinho branco refrigerante, gelo e hortelã.  

Na primeira noite as mulheres costumam não se vestir de flamenca.

As casetas

As casetas são as mais 1.000 barracas que compõe uma pequena e decorada “cidade efémera”, na qual o recinto Real de la Feria se transforma.  Durante os sete dias de festa a caseta é a “casa” do sevilhano e casa dos seus convidados, dentro dela é onde  acontece a convivência, onde se come, bebe, canta, se ri e se dança… são a alma da festa! Estão todas decoradas de maneira similar, em lonas listrada de verde e branca  ou vermelha e branca, com cortinas com rendas e babados, mesas e cadeiras de madeira e luz, muita luz.

As Casetas e os farolillos

Outra peculiaridade das casetas é que elas são privadas,  pertencem a famílias, grupos ou empresas que pagam uma taxa anual para mantê-las. Nelas podem entrar apenas os sócios e seus convidados. Entretanto a feira também possui  barracas públicas de acesso livre. São barracas que pertencem aos bairros da cidade, partidos políticos e sindicatos e também há uma barraca dedicada especialmente aos turistas.

Interior da Caseta

As Touradas

Os touros são também os grandes protagonistas, eles estão ligados à feira desde do seu início. Sevilla é uma das cidades com maior tradição taurina e berço de grandes nomes da tauromaquia.  As touradas acontecem a tarde na Plaza de toros Real Maestranza de Caballería e em sua programação figuram os nomes dos principais toureiros do mundo taurino da atualidade. A porta grande da praça, chamada la Puerta del Príncipe se abrirá para aqueles que consigam a glória.

Aqui deixamos algumas dicas caso você se anime a conhecer a feira de Abril:

1-Use o mapa da Feira de Abril para deslocar-se por El Real de la Feria caso você nunca tenha ido antes. Poderá obtê-lo em qualquer um dos pontos de informação ou na prefeitura, e também pode-se baixar o aplicativo.

2-Quanto a vestimenta, o vestido flamenco é fundamental para as mulheres. Para os homens, a tradição é usar paletó e gravata, principalmente à noite. Durante o dia, há a opção de roupas mais frescas, mas não muito casual.

3-Use o transporte público. Há ônibus e metrô com paradas próximo da feira. Os táxis também serão seus melhores aliados para não ter problemas com estacionamento.  Se decidir ir  de carro, os estacionamentos do Charco de la Pava, também é uma opção e possui um ônibus gratuito que te levará até à feira.

4-Se tiver amigos ou conhecidos que possam convidar-te para um barraca privada, não hesite em pedir, é dentro das casetas que a festa acontece.

5-Não se negue a dançar. Compartilhar um momento agradável na feira inclui dançar! Se você não sabe, improvise faça como possa, mas dance!

Por favor faça comentários

1 Comment

  • Tamise Souza Matos 3 maio, 2019

    Maravilhoso

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *